Está aqui

Aumento de camas na UCCI Maria José Nogueira Pinto

A Unidade de Cuidados Continuados Integrados Maria José Nogueira Pinto, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, na Aldeia de Juso em Cascais, vai ter um aumento de doze camas, que passam a contar para a Rede de Cuidados Continuados deste equipamento.
Antes da assinatura do protocolo que celebra o melhoramento logístico, realizou-se uma visita às instalações, que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, do Provedor da SCM de Lisboa, Pedro Santana Lopes e do Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.
 
A Santa Casa irá prestar cuidados clínicos de reabilitação e de apoio psicossocial, no âmbito da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, a pessoas com perda transitória de autonomia, potencialmente recuperável, em regime de internamento de média duração, por situação clínica decorrente da recuperação de um processo agudo ou descompensação de processo patológico crónico, com vista à estabilização clínica e à reabilitação integral. Cabe à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e ao Instituto da Segurança Social prestar o apoio técnico necessário ao desenvolvimento daqueles cuidados, bem como a respetiva contrapartida financeira.
 
Para o presidente da Câmara Municipal de Cascais, este foi "um dia histórico. O aumento de camas foi uma reclamação não só minha, mas também de todos os meus antecessores. Tenho apenas palavras de agradecimento à Santa Casa e ao Ministro da Saúde, por estas que são as primeiras doze camas que Cascais vai ter no território". Carlos Carreiras sublinhou ainda que "para Cascais, a carência era enorme. Por isso, temos feito investimento em patrimónios inertes que pertenciam ao Estado e pretendemos que mais equipamentos deste género sigam o mesmo caminho. O próximo deverá ser na Parede, com as residências Montepio."
 
Dirigindo-se aos presentes, e depois de relembrar a memória de Maria José Nogueira Pinto, Pedro Santana Lopes afirmou que "este ato concretiza a determinação dos ministérios da Saúde e da Segurança Social para a melhoria nos cuidados continuados e paliativos nesta zona do país. Face à imagem do concelho rico de Cascais, o executivo municipal sabe que isso não é bem assim." Com este novo compromisso, "a Santa Casa assumiu a responsabilidade por um aumento no conjunto de camas em várias instituições que representam um esforço financeiro. Existe uma vontade firme de Cascais e uma correspondência entre a palavra e os atos."

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais