CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Capital Europeia da Juventude 2018: Videoinstalação de Diana Coelho em Cascais

A artista plástica Diana Coelho apresenta “NUVENS”. Trata-se de uma videoinstalação interativa, em que a audiência é a própria forma performativa. Com foco no conceito de termodinâmica – calor, energia em movimento -, a mostra permite “uma consciência profunda do corpo do visitante”. No Centro Cultural de Cascais, de 14 de abril a 13 de maio, NUVENS é a segunda exposição de “oitoxoito”, um ciclo de oito mostras, que promove o trabalho de artistas emergentes, com formações e percursos diferentes e decorre no âmbito de Cascais Capital Europeia da Juventude 2018.

Nascida em 1987, Diana Coelho domina o conceito de performance como um ato de dar forma. Assume, por isso, a direção de projetos transdisciplinares utilizando o próprio corpo como ferramenta para a objetivação conceptual. Diana Coelho aposta numa linha de trabalho focado na educação pela arte e integração da vida na criação de objetos artísticos, dedicando-se a vários projetos, entre os quais o UMBIGO - Teatro minimal para a infância poética, que realizou com a sua filha a partir dos 3 meses de idade. Em 2012 foi distinguida com o prémio de melhor atriz, em Guimarães Capital Europeia da Cultura.

O projeto NUVENS foi já apresentado internacionalmente e chega agora ao Centro Cultural de Cascais, integrado no ciclo de exposições oitoxoito. A iniciativa, que pretende ser um espaço de experimentação para novos criadores, acolhe e mostra até dezembro o trabalho de jovens com formações e percursos diferentes, abrindo espaço à multiplicidade de linguagens das artes contemporâneas e à diversidade dos objetos artísticos que delas podem resultar.

O ciclo “oitoxoito” é organizado pela Fundação D. Luís I, acolhido em parceria pela Capital Europeia da Juventude 2018.

O presidente do Conselho Diretivo da Fundação D. Luís I esclarece que “este ciclo permite iniciar uma relação com Cascais Capital Europeia da Juventude 2018 que se alargará a outros âmbitos como a música e a performance, o teatro e as conferências”. Salvato Teles de Menezes acrescenta que a iniciativa “reforça a vocação da Câmara Municipal de Cascais, por via da Fundação D. Luís I, de apoiar jovens artistas nacionais e estrangeiros”.

Catarina Marques Vieira, Comissária de Cascais Capital Europeia da Juventude 2018, reiterando a franca aposta nos jovens talentos do Concelho, sublinha que “é também com iniciativas como o “oitoxoito” que vamos fazer de Cascais a melhor Capital Europeia da Juventude de sempre!”

O ciclo “oitoxoito” integra a programação do Bairro dos Museus de Cascais.

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais