Está aqui

Cascais celebra 99º aniversário do Armistício da I Guerra Mundial

O 99º aniversário do armistício que pôs fim à 1ª Guerra Mundial foi hoje assinalado, em Cascais, por autoridades municipais, forças de segurança e militares, no Jardim Visconde da Luz.

Diversas entidades civis e militares participaram na deposição de coroas de flores junto ao monumento que assinala o sangrento conflito entre a Alemanha e os aliados.

Em nome de Cascais, o Presidente da Câmara Municipal, Carlos Carreiras, depôs uma coroa de flores em memória de todos os que participaram ou morreram no conflito, especialmente os soldados de Cascais.

Na ocasião, escutou-se o toque de silêncio e usou da palavra o General Chaves Gonçalves que recordou a data e a participação dos soldados portugueses nesta guerra que devastou a Europa.

A guerra começou em 1914, após o assassinato do Arquiduque Franz Ferdinand, em Sarajevo, e só terminou em 1918.

Portugal entrou mais tarde no conflito, em 1917, com um corpo expedicionário que se bateu com galhardia mas sofreu pesadas baixas na batalha de La Lys. Neste esforço de guerra, o país mobilizou um total de 200 mil homens. Nos combates terão morrido 10 mil soldados e milhares ficaram feridos nos campos da Flandres, além de elevados custos económicos e sociais.

Assinado em 11 de Novembro de 1918, o armistício pôs fim à I Guerra Mundial e obrigou a Alemanha a submeter-se a duras condições de rendição incondicional.

Na cerimónia de assinatura do Tratado de Versalhes, em 28 de Junho de 1919, alguns delegados das nações vitoriosas designaram a I Guerra Mundial como “a guerra que acabou com todas as guerras”, veredicto que não se concretizou. S.R.S.

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais