CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Cascais estreia-se a receber Extreme Sailing Series

A baía de Cascais, um dos melhores campos de regatas do mundo, vai ser palco da quarta etapa da Extreme Sailing Series 2018 que decorre de 5 a 8 de julho.

 

Um contrato de dois anos trará o espetacular campeonato de regatas ao prestigiado Clube Naval de Cascais em 2018 e 2019, que irá receber a prova pela primeira vez este ano.

 

Dando as boas-vindas à Extreme Sailing Series como parte das comemorações do seu 80º aniversário, o Clube Naval de Cascais verá as frotas GC32 e Flying Phantom ao largo da costa portuguesa durante quatro dias de muita ação.

 

Portugal é um dos principais destinos de vela da Europa e, nos últimos anos, tem sido um dos destaques da série Extreme Sailing, com etapas no Porto, em 2012 e 2013, Lisboa, em 2016 e, mais recentemente, na Madeira, em 2016 e 2017.

 

Para Miguel Pinto Luz, Vice-Presidente do Câmara Municipal de Cascais, “é, mais uma vez, uma excelente notícia para Cascais. Cascais rima com Vela. Faz parte do nosso ADN e da nossa história. Receber o Extreme Sailing Series é um marco importante para o nosso concelho. Conhecemos a importância e o impacto deste evento e queremos estar sempre na linha da frente para acolher eventos de dimensão mundial. Cascais tem condições únicas para a prática da vela. Que os ventos e as marés façam deste evento um momento inesquecível.”

 

“É com grande entusiasmo que recebemos, em boa hora, os Extreme Sailing Series, neste ano especial em que o Clube Naval de Cascais faz 80 Anos de existência. Considerado no mundo da Vela como um dos melhores campos de regatas do mundo, Cascais já é destino de eleição para os maiores eventos de vela do mundo e será com certeza o cenário perfeito para esta emocionante competição, os Extreme Sailing Series. O ano de 2018 será memorável para o Clube Naval de Cascais, pois irá receber também o Rolex TP52 World Championship Cascais e os RC44 Cascais World Championship, dois Mundiais dos maiores circuitos de Vela do planeta”, afirma Gonçalo Esteves, Presidente do Clube Naval de Cascais.

 

A 30km de Lisboa, Cascais situa-se na ponta ocidental de Portugal, e espera-se que as equipas que aí forem navegar sejam presenteadas com condições climatéricas típicas do Oceano Atlântico.

 

O Diretor de Corrida da Extreme Sailing Series, John Craig, está satisfeito por se deslocar a um local que oferece uma previsão tão variada. “Queríamos um local que pudesse realmente oferecer um velejar incrível às nossas equipas. Devido à sua localização, Cascais oferece uma série de condições, desde águas planas perto da costa, com o vento a aumentar à medida que vai para o largo - nós vamos aproveitar isso ao máximo com os nossos percursos e formatos de competição. Essa variação faz parte da beleza do local e, por sua vez, da nossa prova. Combinar isto com o cenário deslumbrante da costa portuguesa e temos um evento espetacular”, explicou John Craig.

 

Os espectadores podem assistir às corridas desde a Costa de Cascais, ou inscreverem-se para se tornarem num Guest Sailor a bordo de uma das rápidas máquinas de “hydro-foiling” como são as GC32. Outros pacotes VIP estarão disponíveis, já que a Extreme Sailing Series continua a oferecer sua já premiada hospitalidade ao longo de 2018.

 

A etapa portuguesa sucede ao Campeonato Mundial GC32, que terá lugar em Riva del Garda (Itália), de 24 a 27 de maio e a etapa 3, em Barcelona (Espanha), de 14 a 17 de junho. Esperando fantásticas condições para a vela na etapa 4, Cascais está preparada para proporcionar uma navegação sensacional e uma entusiástica experiência para os fãs.

 

Se está interessado nos pacotes VIP e Guest Sailor, clique aqui.

 

Saiba mais sobre o Clube Naval de Cascais no seu site oficial.

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais