CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Lançamento do livro "1914-1918: Cascais durante a I Guerra Mundial"

Na véspera da evocação do centenário da Batalha de La Lys ( 9 de abril de 1918), a Câmara Municipal de Cascais assinala a data com o lançamento de uma obra que apresenta a história do concelho durante a I Guerra Mundial, assim como as consequências na vida da comunidade cascalense.

" 1914- 1918: Cascais durante a I Guerra Mundial", da autoria de João Miguel Henriques e Margarida Sequeira e prefácio de Maria Fernanda Rollo, regista de forma impar como Cascais enfrentou o primeiro grande conflito mundial e de como a comunidade lidou com o racionamento e o esforço de guerra . Sabe-se hoje que partiram de Cascais 58 combatentes, muitos deles mortos ou tornados prisioneiros nas trincheiras de La Lys. Este livro é o resultado de uma investigação que partiu de documentos preservados no Arquivo Histórico Municipal acerca desta temática, onde se inclui toda a correspondência da Câmara Municipal de Cascais durante aquele período. 

A obra comporta, ainda, uma investigação inédita sobre os cascalenses que participaram na guerra, constituindo a base de um projeto destinado a receber e partilhar novos dados sobre estes heróis, cujos rostos ainda permanecem, em muitos casos, desconhecidos.

" É muito gratificante ver o papel do poder autárquico na divulgação do património cultural. Como cidadã e historiadora agradeço a visibilidade dada pelo município de Cascais a este património", declarou a Secretária de Estado da Ciência, Tecnoloigia e Ensino Superior e autora do prefácio da obra. A historiadora realçou o facto de Cascais ter sido o primeiro munícipio do país "a aderir ao movimento nacional de evocação do centenário do grande conflito mundial", acrescentando que " Esta é também uma homenagem e sentido respeito a todos os soldados envolvidos na fatídica Batalha de La Lys". 

O presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, salientou a oportunidade que este tipo de obras encerra: " Apesar de vivermos na Europa o período de paz mais longo da história, estas obras reavivam as memórias e alertam-nos para algo qye damos como garantido, mas não está". Carlos Carreiras, afirmou também que este livro leva-nos a "perceber que neste período difícil da história, sempre houve em Cascais uma comunidade ativa que exerceu a cidadania de forma a mitigar as consequências do conflito e a lançar oportunidades de esperança e de futuro aos seus concidadãos". 

Um dos autores do livro, João Miguel Henriques, deixou, ainda, um apelo para que todos os cascalenses e não só partilhem as suas memórias e o seu espólio com o Arquivo Histórico Municipal: " Este livro é o o princípio da investigação que queremos qeu prossiga de forma a darmos rosto a todos aqueles que combateram na Grande Guerra". 

O livro pode ser adquirido na livraria municipal, na Fnac e consultado nas bibliotecas municipais. Também é possivel aceder à edição digital, no Arquivo Histórico Digital. PL  

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais