CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Lançamento do Programa Cascais Cuida

“Não é o início de um caminho, é o reforço, deste caminho que passa por uma intervenção muito clara e concreta. Os cuidadores são fundamentais para cuidar dos seus familiares, mas precisam de apoio”, disse Frederico Pinho de Almeida.
 
O Encontro Cascais Cuida juntou vários especialistas no Auditório Maria de Jesus Barroso, para apresentar o lançamento do Programa Municipal Cascais Cuida, que visa "a definição de medidas que garantam a qualificação da rede de recursos de apoio aos cuidadores informais de pessoas em situação de dependência", referiu Frederico Pinho de Almeida, vereador da Câmara Municipal de Cascais. 
 
Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais na abertura deste encontro afirmou que " cada caso afeta uma ou mais pessoas do mesmo agregado familiar. Por isso deixo aqui uma mensagem de esperança para quem já vive com esta realidade". 
 
Este Programa surge no âmbito da Carta de Compromisso, aprovada a 9 de janeiro de 2018, em reunião de Câmara. Na sua conceção a Carta contou com a parceria do ACES Cascais; da Alzheimer Portugal; da CERCICA; do Centro de Integração Comunitária; do Centro Paroquial do Estoril; da Escola Superior de Saúde de Alcoitão; da  Fundação Champagnat; da Fundação O Século; do Hospital de Cascais Dr.José de Almeida e da Santa Casa da Misericórdia de Cascais. Neste momento são aderentes à Carta Compromisso cerca de 32 entidades do concelho de Cascais, a intervir nesta área, das quais cinco são entidades privadas.
  
Além da criação de "uma bolsa de horas para cuidadores informais, que lhes permita recorrer a profissionais que os substituam num determinado período, as instituições aderentes poderão receber as pessoas que precisam de cuidados durante alguns dias em caso de necessidade dos seus cuidadores", salientou Frederico Pinho de Almeida. 
 
"A formação dos cuidadores informais, por profissionais no domicílio, bem como uma estratégia de comunicação que valorize o papel de quem cuida, são outros objetivos traçados por este Programa", acrescentou o vereador. 
 
Trata-se de um instrumento de política local que se fundamenta na mais-valia da intervenção articulada e em rede para a resposta aos novos desafios que decorrem do aumento da esperança média de vida que em várias situações está associado a incapacidades físicas e psíquicas.
 
Cuidar não é uma tarefa fácil, determinando uma mudança radical na vida de quem cuida, exigindo a concretização de tarefas complexas, delicadas para cuja execução normalmente o cuidador informal não possui qualquer tipo de formação e para as quais não está na grande maioria das situações preparado para enfrentar. Implica despender e dedicar muito tempo nas tarefas de cuidar, donde advém de forma acrescida um desgaste físico, custos financeiros e potencial sobrecarga física e emocional. AQ 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais