Está aqui

Milhares de jovens iniciam programas de voluntariado de verão em Cascais

Cerca de 1500 jovens vão participar este ano nos programas de ocupação dos tempos livres e voluntariado de verão, que tiveram hoje a abertura oficial no Farol de Santa Marta. Cultura Social, Natura Observa, Locals e Maré Viva são os programas que vão ocupar os jovens do concelho, de junho a setembro. Este ano, a iniciativa tem como padrinhos os atores Patrícia Bull e Pedro Barroso.

Os 1500 jovens voluntários são distribuídos por quatro grandes áreas: preservação do ambiente, apoio social, proteção civil e turismo. O trabalho de voluntariado é definido de acordo com as necessidades da comunidade cascalense, detetadas pelos técnicos municipais. 


“Estamos a formar um verdadeiro exército de paz e de salvaguarda do nosso património cultural e edificado, da nossa história, da nossa identidade e, sobretudo, de salvaguarda do nosso bem mais valioso, as pessoas”, referiu Carlos Carreiras, presidente da Câmara de Cascais, na cerimónia de abertura dos programas, referindo-se aos milhares de jovens que todos os anos são formados quer em ações específicas, quer pela própria experiência adquirida no terreno.


Patrícia Bull disse, na apresentação dos de ocupação dos tempos livres e voluntariado de verão 2015: “eu própria fui voluntária em programas destes e o espirito de ser voluntário é como um vírus que não nos larga mais.”
Para Pedro Barroso, padrinho pelo segundo ano consecutivo deste projeto da Câmara Municipal de Cascais dirigido aos jovens cascalenses, “é um privilégio ver o empenho, a entrega e o espirito de ser voluntário destes jovens que o ano passado me ensinaram tanto”.
 
Com mais de 16 anos de existência nas 11 praias ao longo da costa de Cascais, o programa Maré Viva ocupa 650 voluntários ao longo de 90 dias. A missão deste programa é assegurar os serviços básicos ao nível da prevenção, vigilância e segurança nas praias. O “Maré Viva” conta com quatro projetos especiais: apoio a pessoas com mobilidade condicionada (Praia Acessível), ações de sensibilização e segurança na praia (Bandeira Azul), ações de preservação da natureza (projeto ZIBA) e ações de vigilância e segurança na ciclovia Cascais- Guincho (Marézinhas em Movimento). 
   
O programa Locals tem como objetivos contribuir para o bem-estar em geral e a segurança dos utentes dos transportes ferroviários do concelho, prestar informações ao visitante da Vila de Cascais, divulgando equipamentos e atividades da autarquia destinados ao visitante e, sobretudo, qualificar Cascais como um destino turístico de excelência. Este ano os jovens participantes neste programa irão ainda dar apoio ao Torneio Ibercup, um dos eventos mais importantes de futebol juvenil realizados em Cascais.


Pelo Natura Observa, que conta com nove edições, já passaram 2759 jovens que receberam formação em pleno Parque Natural Sintra-Cascais para o desenvolvimento sustentável e a defesa do património natural, possibilitando o envolvimento dos jovens em ações de monitorização da biodiverdidade e gestão ativa do habitat através de formação teórico-prática continua.


O programa Cultura Social, que vai ocupar 407 jovens, envolve este ano 140 projetos em 50 instituições de apoio à infância e aos idosos. Esta é uma forma de fomentar o espírito comunitário e de solidariedade nos jovens, contribuindo para o seu desenvolvimento pessoal enquanto ajudam as populações.  

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais