Está aqui

Millennium Estoril Open 2018: revelados os nomes para o torneio de qualificação (Qualifying)

Estão fechadas as inscrições para o "qualifying" do Millennium Estoril Open – cuja quarta edição se realiza entre 28 de Abril e 6 de Maio, novamente no Clube de Ténis do Estoril. E na lista oficial de participantes destacam-se os nomes dos portugueses Gastão Elias e Pedro Sousa entre os 14 com entrada assegurada. A lista é encerrada por Simone Bolelli, 163.º do ranking mundial – no ano passado, fechou a 175.º.

Gastão Elias e Pedro Sousa, que no ano passado, passaram a primeira ronda do quadro principal do Millennium Estoril Open, têm entrada direta, embora ainda haja a possibilidade para ambos de entrar na melhor grelha, através de wild-cards (convites da organização).

A lista é liderada por Cameron Norrie, a revelação britânica de 2017, depois de ter conquistado três títulos no circuito Challenger e estar, agora, às portas do top 100.
Bjorn Fratangelo foi uma das revelações do Millennium Estoril Open de 2017, ao vir do qualifying e chegar à segunda ronda do quadro principal, após vencer João Sousa. O norte-americano, que deve o seu prenome à lenda Bjorn Borg, traz no currículo um auspicioso resultado em terra batida: foi campeão júnior de Roland Garros, em 2011.

Carlos Berlocq foi o último campeão da etapa portuguesa do ATP World Tour quando esta se realizava no Jamor, em 2014. Este ano, chegou às meias-finais do ATP 250 de Buenos Aires, depois de derrotar, entre outros, David Ferrer e, no domingo passado, conquistou o challenger do Panamá, o 19.º título desta categoria. Outro ex-top 40 como Berlocq, Simone Bolelli, encerra a lista de inscritos.

Da nova geração, destaca-se o norte-americano Ernesto Escobedo, 13.º na Corrida para Milão de 2017 – o ranking anual dos jogadores com menos de 22 anos. E também o francês Corentin Moutet e o cazaque Alexander Bublik, respetivamente, 15.º e 22.º na atual Corrida para Milão. Outros dois rostos da NextGen, Felix Auger-Aliassime e Jaume Munar, estão no “banco de suplentes”, aguardando por alguma desistência, tal como dois ex-top 10, Nicolas Almagro (campeão do Millennium Estoril Open de 2016) e Ernests Gulbis.

“Tal como no quadro principal, também no qualifying do Millennium Estoril Open, vamos ter um lote de jogadores fortíssimo, com o mais baixo cut-off das quatro edições. O Gastão e o Pedro vêm abrilhantar ainda mais o torneio e reforçar o contingente nacional que fazemos questão que seja sempre o mais completo possível. Não faltam, por isso, razões para o público ir até ao Clube de Ténis do Estoril no primeiro fim de semana do torneio, pois tem a garantia de ir assistir a ténis de alto nível e poder apoiar alguns dos melhores tenistas Portugueses”, frisa o diretor do torneio, João Zilhão.

O quadro da fase de qualificação, que decorre entre sábado e domingo (28 e 29 de Abril), ficará completo com dois wild-cards, estando desde já um reservado ao melhor tenista português no Cascais NextGen Tour. A terceira etapa decorre no Clube de Ténis do Porto e, na próxima semana, o circuito irá fechar no Carcavelos Ténis.

De lembrar para os que não estão por dentro do glossário do Ténis que o “Qualifying” ou torneio de qualificação é disputado por tenistas com pior posição no ranking e que através de torneio de pré-qualificação, obtêm classificação para a chave principal do torneio. PL
 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais