mais pessoas

Luís Campos e Cunha
Luís Campos e Cunha Luís Campos e Cunha “A Art in ...
Miguel Arruda
Miguel ArrudaMiguel Arruda “Cascais tem um patrimó ...
Greg Stone
Greg Stone O biólogo marinho Greg Stone é um ...
André Oliveira - Sushiman no Mercado da Vila
André Oliveira - Sushiman no Mercado da VilaPara se ser especialista em cozinha ...

Está aqui

Leonor Carvalho Martins

Leonor tem 9 anos e no dia 26 de março deste ano sagrou-se Campeã Europeia de Taekwondo no campeonato que decorreu em Cascais no Pavilhão Guilherme Pinto Basto.

Campeã Europeia de Taekwondo em 2016

Esta menina de olhar ternurento tem garra para a competição desportiva. E neste sentido podemos dizer que a sua costela de atleta já tem tradição familiar. O bisavô paterno, Hélder Martins participou nas olimpíadas de 1924, 1928 e 1948. E o bisavô materno, Fernando Paes em 1948 e 1952, ambos em Hipismo. O pai, António Carvalho Martins, também aficionado pelo hipismo, alcançou em 2011 o 1º lugar numa prova da Global Champions Tour. Leonor gosta de cavalos e até já teve um pónei mas a sua paixão pelo teakwondo é mais forte, modalidade que entrou na sua vida aos seis anos por influência de uma amiga. O que para Leonor começou como um hobby fez dela uma atleta de competição com uma mente bem treinada para a concentração quando enfrenta as adversárias. Nestes momentos deixa de ouvir o público e nada a consegue distrair. “Praticar taekwondo dá-me mais confiança e responsabilidade e faz-me sentir mais protegida”, diz. Este ano está no Top 3 em Fórmula e Sparring. “Gostava de participar no Campeonato do Mundo, mas falta-me um patrocinador”.

Leonor vive e treina em Cascais, na Smart Academy, com os professores Francisco Amaral e António Monteiro, que são 5º Dan de Taekwondo Songahm e reconhecidos internacionalmente. O seu cinto de cor vermelha/preto com uma faixa amarela significa que está no programa Leadership. A faixa vermelha no seu dobok significa que integra o programa Legacy que lhe permite colaborar nas aulas dos mais pequenos.

Leonor será cinto preto já este ano. Um dia a mãe perguntou-lhe o que aconteceria se tivesse que abandonar o taekwondo e Leonor respondeu-lhe. “Ficaria muito triste”.

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais