CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

mais pessoas

Carlos Neto
Carlos Neto “É preciso tirar as crianças do sof ...
Lourdes Faustino
Lourdes Faustino“Oito dias antes de ser reformada ...
Jaime Ferreira
Jaime Ferreira“O voluntariado é a minha namorada ...
Beatriz Guimarães
Beatriz Guimarães“O voluntariado foi a melhor coisa que ...
António Mendes
António Mendes“Sou voluntário porque me sinto útil ...

Está aqui

Ricardo Jorge Gomes Pinto

Cascalense pelo Mundo |Chile: “O primeiro e único restaurante português no Chile” Ricardo Jorge Gomes Pinto é cascalense e abriu o seu próprio negócio no Chile em 2014, um restaurante. “O primeiro e único restaurante português no Chile”, ao qual resolveu dar o nome Cascais Marisqueira para se sentir em casa

Começou a trabalhar aos 16 anos num restaurante no Alentejo, a lavar loiça e aos poucos a “magia da gastronomia” foi entrando na sua vida. A sua última experiência profissional em Portugal foi como chef de cozinha no restaurante Baía do Peixe, em Cascais. Toda a sua formação foi adquirida na prática. ”Não tirei nenhum curso, mas tive a sorte de me ter cruzado com a prestigiada chef Ilda Vinagre que me ensinou todas as bases para evoluir profissionalmente”, explica.

Foi o amor que o levou a ir viver para o Chile, onde tinha estado de férias e conheceu a sua mulher, Luisa Maldonado. Inicialmente, trabalhou como cozinheiro em Santiago do Chile. Quis aprender os costumes básicos da gastronomia chilena, para depois adaptá-los à cozinha portuguesa. “Qualquer chef quer ter o seu próprio restaurante”, diz, mas Ricardo chegou a pensar que poderia ser um negócio arriscado porque no Chile há muita tradição em comer carne e também se consomem muitos alimentos congelados.

O impacto acabou por ser muito positivo. Ricardo conseguiu conquistar os seus clientes com os seus pratos à base de peixe e marisco conquistou os clientes pela diversidade e frescura dos produtos. No seu restaurante a comunidade portuguesa pode matar saudades de um bom vinho verde, de umas amêijoas à bulhão pato, de uma cataplana de marisco ou de um bom bacalhau. Os pastéis de nata são a grande referência à sobremesa. “Recebemos a comunidade portuguesa residente, mas também cascalenses em viagem de negócios”, conta.

A oferta gastronómica da Cascais Marisqueira combina comida tradicional portuguesa com alguns pratos e produtos da costa do Pacífico. “Muitos clientes dizem que se sentem em casa, em território português”. O Cascais Marisqueira tem sido o ponto de encontro dos portugueses que vivem há alguns anos no país. “Este negócio é o meu Cascais chileno”. Recentemente, o seu restaurante foi nomeado como um dos 50 sítios para redescobrir o Chile.

 

"C" 70 - junho de 2016

 

 

 

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais