Está aqui

FAMI - Fundo Asilo, Migração e Integração

O Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração contribui para uma gestão eficaz dos fluxos migratórios e para a definição de uma abordagem comum em matéria de asilo e migração. Saiba mais aqui

O financiamento do FAMI apoia os esforços dos Estados-Membros para promover as suas capacidades de acolhimento, melhorar a qualidade dos procedimentos de acordo com as normas da União e a integração a nível local e regional.

Neste âmbito, os programas do Município apoiados foram o Programa de Alfabetização e o Plano Municipal Integração Imigrantes.

Programa de AlfabetizaçãoPlano Municipal Integração Imigrantes
Programa de Alfabetização
Candidatura PT/2016/FAMI/015 “Programa de Alfabetização e Literacia para NPT de Cascais”
 
No âmbito do diagnóstico realizado para a construção do Plano Municipal para a Integração dos Imigrantes de Cascais 2015-2017 foram identificadas lacunas ao nível das respostas existentes no município, direcionadas para a população estrangeira, para a aprendizagem do português. A aprendizagem da língua foi considerada pela maioria dos participantes no diagnóstico do PMIIC (realizado em 2015) como um dos pilares básicos dos processos de integração de um imigrante. No entanto, quando questionados sobre como acederam a estas respostas, os imigrantes partilharam o quanto foi difícil aceder a cursos de português ou a respostas mais estruturadas e que de facto proporcionassem a aprendizagem da língua.
 
Neste sentido foi constituída uma parceria e elaborada uma candidatura ao FAMI, aprovada em Janeiro de 2017 e que prevê a abertura de 8 novas ações de aprendizagem do português para estrangeiros, com diferentes níveis (inicial e avançado) e em diferentes freguesias (Cascais Estoril, Alcabideche e São Domingos de Rana).
 
Parceiros: Clube Gaivotas da Torre, Seagency, Cascais Próxima
 
 
Plano Municipal Integração Imigrantes
Candidatura PT/2016/FAMI/082 “Plano Municipal para a Integração de Imigrantes de Cascais”
 
Este projeto consiste num conjunto integrado de atividades que visa responder a necessidades identificadas no diagnóstico elaborado no PMII Cascais. É uma proposta global que opera a níveis complementares: uma atividade para área do acolhimento, outra na área do apoio social que visa capacitar os técnicos e voluntários, melhorando e adequando intervenção às especificidades dos públicos estrangeiros; propõe-se uma atividade na área da Educação que decorre em contexto da escola e visa capacitar jovens estrangeiros como agentes de mediação, por forma a facilitar a convivência num espaço multicultural; por último temos uma grande atividade subdividida em 4 componentes ligada à medida 41 do Plano: as associações de imigrantes propõem ações de cariz cultural que mostram como a integração se faz do equilíbrio subtil de trazer à atualidade do país de acolhimento a vivência das práticas e memórias do país de origem.
 
Parceiros: 
Associação dos Filhos e Amigos da Ilha de Jeta – AFAIJE, Casa do Brasil de Lisboa, Cáritas Diocesana de Lisboa, Associação de Naturais e Amigos de Caió – ANAC, Centro Cultural Moldavo, Centro Comunitário de Tires.
 
Relatório Avaliação Externa (disponível a partir de janeiro de 2018)
Brochura de Resultados  (disponível a partir de janeiro de 2018)
 

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais