Está aqui

Opções Metodológicas (Diagnóstico Social de Cascais) | Organizações

O Diagnóstico Social de Cascais prevê a utilização de diversas metodologias, complementares entre si e de levantamento de informação, tais como:
 
1. Carta Social
2. Rede Social
3. Voluntariado no terceiro setor 
4. Trabalhadoras/es do setor social 
 
Carta SocialRede SocialVoluntariado Trabalhadoras/es do setor social
Carta Social
Cascais dispõe de um vasto conjunto de organizações públicas e privadas, com e sem fins lucrativos que prestam serviços e respostas sociais à população. No âmbito do Diagnóstico foi efetuado o levantamento exaustivo das 197 organizações e respetivos equipamentos onde são prestadas as 62  tipologias de respostas sociais.
Esta informação permite caraterizar a oferta de respostas sociais, taxas de cobertura e definir prioridades futuras.
 
No que respeita às organizações, foram recolhidos dados de identificação e caracterização (denominação, localização, contactos, etc.), bem como aspetos específicos, tais como:
 Fontes de financiamento;
 Constrangimentos e potencialidades de cada entidade; 
 Aspetos de cultura organizacional (ex. participação dos/as beneficiários/as; medidas internas de promoção da igualdade de género e de facilitação da vida familiar e profissional; promoção de direitos humanos; práticas de gestão da diversidade e respeito pela diferença) 
 Acessibilidade às respostas por parte dos diversos grupos populacionais; 
 Canais de comunicação utilizados;
 Competências e fatores valorizados pelas organizações enquanto entidades empregadoras relativamente aos seus trabalhadores;
 Composição dos órgãos sociais (sexo e níveis de escolaridade).
 
No que toca aos equipamentos, a informação recolhida permite caracterizar o estado de conservação do edificado, os níveis de conforto, segurança e acessibilidade, as práticas ambientais e os níveis de autonomia, as funcionalidades dos equipamentos, bem como os investimentos previstos a curto prazo.
 
 
 
Rede Social
O diagnóstico social de cascais dará particular atenção às organizações que fazem parte da Rede Social  caracterizando-as quanto à sua natureza, âmbito geográfico, grupos alvo, áreas e tipologias de intervenção. A informação permite, também, perceber em que medida as organizações da rede social incorporam práticas de inovação social e de sustentabilidade.
Ainda no contexto da Rede Social, o diagnóstico social caracteriza, sistematiza todas as intervenções e projetos existentes no Concelho no domínio da intervenção social e que, sendo complementares às respostas sociais constantes da Carta Social, contribuem para a coesão social.
Voluntariado

No âmbito da atualização da Carta Social, é efetuada uma caracterização das pessoas que exercem voluntariado nas 62  tipologias de respostas sociais existentes em Cascais, desenvolvidas por 197 organizações. Esta informação recolhida através de inquéritos às organizaçõespermite conhecer as seguintes dimensões:
 Nº de voluntários/as e suas caraterísticas sociodemográficas (sexo, idade, escolaridade e situação face ao emprego)
 Regime do trabalho voluntário (regular/ocasional) e nº de horas de voluntariado

 

Trabalhadoras/es do setor social

No âmbito da atualização da Carta Social, foi efetuada uma caracterização dos/as trabalhadores/as das 62  tipologias de respostas sociais existentes em Cascais, desenvolvidas por 197 organizações.

Esta informação recolhida através de inquéritos às organizaçõespermite conhecer as seguintes dimensões:

 Nº de trabalhadores/as e suas caraterísticas sociodemográficas (sexo, idade, escolaridade e nacionalidade)
 Vínculos laborais e afetação horária (tempo inteiro/tempo parcial)
 Nº de trabalhadores/as com deficiência 
 Níveis salariais praticados

 

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais