Está aqui

Campus da Nova SBE recebe financiamento de 16 milhões do BEI

O Banco Europeu de Investimento (BEI) formalizou na sexta-feira, o financiamento de 16 milhões de euros à faculdade de economia da Universidade Nova de Lisboa para a construção do seu campus de Carcavelos.

A cerimónia de assinatura do contrato de financiamento contou com a presença do Comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, do vice-presidente do BEI, Román Escolano, do diretor da Nova School of Business and Economics, Daniel Traça, do Presidente da Fundação Alfredo de Sousa, Pedro Santa Clara, e do Presidente da Câmara de Municipal Cascais, Carlos Carreiras.

"Estamos aqui a investir em pessoas e esse deve ser o maior foco", sublinhou o Comissário Carlos Moedas, presente na cerimónia, e que se declarou “orgulhoso” por ver que a UE contribuiu para isso.

“É muito gratificante que a UE possa também ser parte desta continuada história de sucesso da Nova e possa estar associada a este marco vital dessa história. Os investimentos no domínio da educação, investigação e inovação abrem caminho para o crescimento e a competitividade”, afirmou.

“Este contrato mostra claramente que, juntamente com o programa Horizonte 2020 e os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, o FEIE tornou-se numa fonte adicional de financiamento para a manutenção da excelência das universidades e centros de investigação europeus”, disse Carlos Moedas.

O Comissário europeu deu enfase à importância dos investimentos na educação, investigação e inovação. “Estão a preparar o caminho para o crescimento e a competitividade.”

Por seu lado, Román Escolano destacou o “impacto positivo que o empréstimo do BEI, com a garantia do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos, também designado por Plano Juncker", terá no aumento da dimensão do campus da Nova SBE e na capacidade de ensino e investigação de um dos mais importantes estabelecimentos de ensino da União Europeia”.

O novo complexo do Campus da Nova SBE de Carcavelos representa um investimento global de 50 milhões de euros, provenientes na maior parte do sector privado.

Os trabalhos de construção do novo campus, com uma área total de 84 mil metros quadrados, e que vai receber 3 mil alunos, começaram em 2016 e deverão ficar concluídos a tempo do próximo ano letivo 2018-2019.

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais