Está aqui

Motociclismo | Regresso do Mundial ao Estoril de 21 a 23 de julho

Entre os dias 21 e 23 de julho o Circuito do Estoril volta a acolher um campeonato do mundo de motociclismo. É o FIM CEV Repsol, prova da Federação Internacional de Motociclismo organizada pelo mesmo promotor que gere o MotoGP e com os pilotos que muito em breve estarão nas grelhas de partida desse campeonato.
Estreia absoluta no Circuito Estoril, o FIM CEV acaba com o jejum de cinco anos de provas da ronda mundial de motociclismo, na única pista lusa onde competiu o MotoGP. 
Em pista vão estar o Moto3 Campeonato do Mundo de Juniores, o Campeonato Europeu de Moto2 e a Taça Europeia de Talento.
 
"Uma das coisas que catapultaram o Estoril além fronteiras é o autódromo que tem vindo a voltar ao seu auge de há uns tempos atrás. Por isso acolhemos esta prova com grande entusiasmo", afirmou Miguel Arrobas, diretor municipal na Câmara Municipal de Cascais.
 
Manuel Marinheiro, presidente da Federação Portuguesa de Motociclismo, salientou o facto de "este ser um fim de semana em cheio para o motociclismo não só no estoril, mas em todo o país. É com muito agrado que vemos aqui o FIM CEV neste grande fim de semana, no Circuito Estoril que é uma infraestrutura que deve ser cada vez mais aproveitada. Esta é uma prova de grande importância para o nosso país. É a antecâmara do Moto GP, o Campeonato do Mundo". 
 
"O Estoril é a Capital dos desportos motorizados", destacou António Lima, presidente do MCE - Motor Clube do Estoril, na Conferência de Imprensa de apresnetação do evento que decorreu nos Paços do Concelho, recordando que "esta será a 15.º prova do campeonato do mundo que o Estoril organiza".
 
Recorde-se, por exemplo, o dia 6 de maio de 2012, quando Casey Stoner, Marc Marquez e Sandro Cortese venceram as três corridas do programa que marcou aquela que foi a derradeira prova do campeonato em solo luso até ao momento.
 
Quebrado “o enguiço”, o cenário português do MotoGP recebe agora o FIM CEV, prova organizada pelo mesmo promotor e com cariz mundial para a grelha de partida Junior Moto3 - de onde saíram já pilotos como Nicolo Bulega, Fabio Quartararo ou o atual líder do mundial Moto3, Joan Mir. 
 
A acelerar no Circuito Estoril vão estar jovens pilotos que "não perdem uma curva". 
 
É o caso de Carlos Mercier, piloto português de 27 anos que corre desde os 23 e que vai para a pista na categoria 600 stockout que prometeu "dar o seu melhor", apesar de ir correr ao lado de pilotos mais experientes como Ivo Lopes.
 
Também é o caso de Kiko Maria, "muito confiante" do alto dos seus 13 anos e a corrrer desde os 12. "O meu objetivo é ganhar experiência para depois ganhar corridas. Como já conheço este circuito espero que corra bem." Para já o manifesto é "dar o máximo" e "talvez até ultrapassar os limites", afirma o jovem piloto que vai correr em 250 cc na Taça Europeia de Talentos. 
 
Pelas pistas do FIM CEV passaram igualmente pilotos como Casey Stoner, Jorge Lorenzo ou Marc Marquez também passaram por aqui, sem esquecer Maverick Viñales ou Miguel Oliveira, que lutaram pelo título em 125cc no ano de 2010.
 
O melhor motociclismo regressa à pista do Estoril, num paddock que irá juntar 2000 pessoas ao longo de quase uma semana para descobrir não só uma das pistas mais espetaculares e exigentes do planeta, mas também a fantástica região do Estoril e todos os seus encantos turísticos.
 
Mais informações: http://www.fimcevrepsol.com/en
 
 
 
 

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais