Está aqui

Objetivo 2: Erradicar a fome

 
A alimentação está na primeira linha dos direitos humanos.
Compreende também um variado conjunto de dimensões, tais como a saúde, a economia e a cultura.
A alimentação saudável comprime assim a identidade do local, o respeito pelos recursos naturais e culturais locais, bem como as necessidades particulares a um estilo de vida saudável para todas as idades, independentemente da condição económica.
A ausência de recursos para uma alimentação nutritiva é uma grave lacuna que merece estar na primeira linha do combate para a sustentabilidade.
O cumprimento de todas as necessidades alimentares no concelho é assegurada por uma extensa rede de parceiros sociais que atuam junto das comunidades para identificar e apoiar qualquer carência e promover a informação para uma alimentação nutritiva e completa associada a estilos de vida saudáveis.
Metas Globais | Objetivo 2Boas PráticasSaiba maisDê o seu contributo
Metas Globais | Objetivo 2
Realce para as metas globais que apresentam um maior potencial para o processo local. Estas podem assim ser redefinidas com base nos objetivos locais e capacidade de resposta institucional:
 
2.1. Até 2030, acabar com a fome e garantir o acesso de todas as pessoas, em particular os mais pobres e pessoas em situações vulneráveis, incluindo crianças, a uma alimentação de qualidade, nutritiva e suficiente durante todo o ano
 
2.2. Até 2030, acabar com todas as formas de malnutrição, incluindo atingir, até 2025, as metas acordadas internacionalmente sobre nanismo e caquexia em crianças menores de cinco anos, e atender às necessidades nutricionais dos adolescentes, mulheres grávidas e lactantes e pessoas idosas
 
2.3. Até 2030, duplicar a produtividade agrícola e o rendimento dos pequenos produtores de alimentos, particularmente das mulheres, povos indígenas, agricultores de subsistência, pastores e pescadores, inclusive através de garantia de acesso igualitário à terra e a outros recursos produtivos tais como conhecimento, serviços financeiros, mercados e oportunidades de agregação de valor e de emprego não agrícola
 
2.4. Até 2030, garantir sistemas sustentáveis de produção de alimentos e implementar práticas agrícolas resilientes, que aumentem a produtividade e a produção, que ajudem a manter os ecossistemas, que fortaleçam a capacidade de adaptação às alterações climáticas, às condições meteorológicas extremas, secas, inundações e outros desastres, e que melhorem progressivamente a qualidade da terra e do solo
 
2.5. Até 2020, manter a diversidade genética de sementes, plantas cultivadas, animais de criação e domesticados e suas respetivas espécies selvagens, inclusive por meio de bancos de sementes e plantas que sejam diversificados e bem geridos ao nível nacional, regional e internacional, e garantir o acesso e a repartição justa e equitativa dos benefícios decorrentes da utilização dos recursos genéticos e conhecimentos tradicionais associados, tal como acordado internacionalmente
 
2.a. Aumentar o investimento, inclusive através do reforço da cooperação internacional, nas infraestruturas rurais, investigação e extensão de serviços agrícolas, desenvolvimento de tecnologia, e os bancos de genes de plantas e animais, para aumentar a capacidade de produção agrícola nos países em desenvolvimento, em particular nos países menos desenvolvidos
 
2.b. Corrigir e prevenir as restrições ao comércio e distorções nos mercados agrícolas mundiais, incluindo a eliminação em paralelo de todas as formas de subsídios à exportação e todas as medidas de exportação com efeito equivalente, de acordo com o mandato da Ronda de Desenvolvimento de Doha
 
2.c. Adotar medidas para garantir o funcionamento adequado dos mercados de matérias-primas agrícolas e seus derivados, e facilitar o acesso oportuno à informação sobre o mercado, inclusive sobre as reservas de alimentos, a fim de ajudar a limitar a volatilidade extrema dos preços dos alimentos
Boas Práticas
O Município de Cascais apoia diversas entidades/projetos com intervenção na área do apoio alimentar (alimentos confecionados e por confecionar) que apoiam famílias em situação de vulnerabilidade socioeconómica visando o acesso a uma alimentação mais diversificada e equilibrada. O programa Cascais + solidário pretende diversificar e enriquecer os alimentos disponíveis nas bolsas de alimentos ou nas mercearias sociais; os Bancos do Bébé que apoiam crianças até aos 3 anos; o programa de apoio alimentar que garante refeições diárias no domicilio a munícipes idosos e/ou em situação de dependência. Assegura ainda o apoio aos projetos Cozinha com alma; Refood e Zero desperdício.
 
O programa Terras de Cascais visa potenciar a qualidade de vida dos cidadãos e a qualidade ambiental do território através da atividade hortícola em meio urbano. Esta abordagem promove a atividade física e o lazer comunitário em espaços verdes e aprazíveis. Inclui ainda a Horta do Pisão que permite o contacto direto com a as plantas, desenvolve ações educativas e recorre a mão-de-obra carenciada. Esta dinâmica social estende-se a outras hortas, nomeadamente ao estabelecimento prisional de Tires e a bairros sociais.
 
O Projeto Eco-chefes desenvolve-se com base na metodologia da educação entre pares. Alunos do 3º ciclo do ensino básico recebem formação em torno da alimentação e da sustentabilidade ambiental e constituem-se depois em brigadas que partilham estes conhecimentos de forma lúdica junto dos seus colegas do 1º ciclo do ensino básico.
Projeto é desenvolvido no contexto da Plataforma Saúde na Escola
 
Saiba mais
Descubra mais projetos e estratégias da Câmara Municipal de Cascais e de entidades parceiras cujo trabalho promove os princípios da Agenda 2030:
 
Dê o seu contributo

Todos podemos contribuir para a concretização do objetivo "Erradicar a fome"

- Tem uma ideia que contribua para atingir este objetivo? Envie-nos por e-mail.
- Sempre que divulge uma ação ou projeto que seja relevante para os Objetivos use o hashtag  #CASCAIS2030

Para dúvidas e/ou esclarecimentos, por favor contacte-nos através do e-mail cascais2030@cm-cascais.pt

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais